notícias & releases

Preços de fraldas: variação de até 133%

Pesquisa realizada na capital, interior e litoral comparou o preço de 633 itens

Publicado em 30 de outubro de 2019

@proconsp, vinculado à Secretaria da Justiça e Cidadania, realizou levantamento de preços de fraldas descartáveis infantis e absorventes/fraldas descartáveis para adultos com o objetivo de oferecer ao consumidor uma referência por meio dos preços médios obtidos.

Na capital, o Núcleo de Inteligência e Pesquisas da Escola de Proteção e Defesa do Consumidor encontrou diferenças de até 133%. As maiores diferenças encontradas foram nos seguintes itens: fralda Tena Confort (adulto), tamanho G, pacote com 8 unidades, da SCA Brasil, que em um estabelecimento custava R$ 21,90 e em outro, R$ 9,39; e a fralda Tena Confort (adulto), tamanho EG, pacote com 7 unidades, da SCA Brasil, que em um local estava sendo vendido por R$ 21,90 e em outro, por R$ 9,39.

A pesquisa de preços de fraldas e absorventes também foi realizada no interior e litoral pelos núcleos regionais do @proconsp. A maior diferença encontrada foi em Bauru, de 131,31%: o absorvente descartável (incontinência) para adultos, Plenitud Femme Absorvente Ultra, Único, com oito unidades da Kimberly Clark Maior custava R$ 22,90 em um local e, R$ 9,90 em outro.

Na capital, o levantamento, que foi realizado de 7 a 9 de outubro, envolveu seis drogarias/farmácias e seis supermercados/hipermercados das cinco regiões do município; foram comparados 89 itens, sendo 53 produtos para bebês/crianças e, 36 produtos para adultos.

No interior e litoral, a pesquisa foi feita de 14 a 18 de outubro em 73 estabelecimentos, entre drogarias, farmácias, supermercados e hipermercados; foram comparados 316 produtos para bebês/crianças e, 228 produtos para adultos. O Procon municipal de Campinas participou do levantamento no município.

Só foram comparados os produtos encontrados em, no mínimo, três dos locais visitados.

Comparação 2018 e 2019 na capital

Após comparação de 53 produtos comuns entre as pesquisas realizadas em agosto de 2018 e outubro de 2019, constatou-se que houve, em média, um aumento de 5,71% no preço das fraldas infantis e um aumento de 4,62% no preço dos produtos para adultos. O IPC-SP da FIPE referente ao período analisado registrou uma variação de 4,11%.

Veja as pesquisas completas

Capital, Bauru, Campinas, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Santos, São José dos Campos, São José do Rio Preto e Sorocaba.

Orientações para o consumidor

Na hora de escolher o modelo ideal das fraldas, especialmente as geriátricas, deve-se considerar os seguintes fatores: tamanho ideal, capacidade de absorção, hipoalergênicas, formato anatômico, barreiras que impedem vazamentos, neutralizante de odores, produto hidratante (protege contra assaduras e proporciona mais conforto), qualidade das fitas adesivas, discrição e em alguns modelos há também um indicador de umidade.

É fundamental verificar o prazo de validade e as especificações do produto.

O @proconsp recomenda comparar preços em diversos estabelecimentos, sempre aliando preço, qualidade, custo-benefício do deslocamento e, além disso, pesquisar o valor unitário do mesmo produto, dividindo o valor da fralda pela quantidade do pacote.

Os fabricantes costumam ofertar a mesma fralda em diversos tamanhos de pacotes. Geralmente, quanto maior a quantidade de fralda por pacote, menor é o valor unitário.

Procon-SP

Assessoria de Comunicação

Atenção Consumidor

Novos Atendimentos:
– Para cadastrar novas Consultas ou Reclamações, clique aqui.

Acompanhar Atendimentos:
– Para acompanhar Atendimentos dos Fornecedores Comgás, Samsung, Via Varejo e Vivo cadastrados a partir de 03.05.2021, clique aqui
– Para acompanhar Atendimentos cadastrados até 03.07.2021, clique aqui.
– Para acompanhar Atendimentos cadastrados a partir de 04.07.2021, clique aqui