notícias & releases

Procon-SP pede abertura de inquérito policial

Site oferece consulta sobre vazamento de dados pessoais sem justificar de que forma teve acesso às informações

Publicado em 4 de fevereiro de 2021

O Procon-SP encaminhou ao Delegado-geral de Polícia do Estado de São Paulo pedido de abertura de inquérito policial para averiguação da atividade do site fuivazado.com.br. O site, que está no ar, oferece informar se o CPF (ou CNPJ) que fizer a consulta está entre os dados vazados na internet.

O site solicita informações pessoais dos usuários (como número de CPF e data de nascimento) sem dizer a necessidade ou finalidade e pede doações em dinheiro dos usuários para a manutenção das atividades.

O próprio site, que identifica seu desenvolvedor como Allan Fernando, informa que tem acesso a mais de 223.739.215 de CPFs e 40.183.784 de CNPJs constantes em listas ilegalmente disponibilizadas na internet, mas não justifica por quais meios teve acesso às listas de dados pessoais que foram vazadas.

Procon-SP

Assessoria de Comunicação

Atenção Consumidor

Novos Atendimentos:
– Para cadastrar novas Consultas ou Reclamações, clique aqui.

Acompanhar Atendimentos:
– Para acompanhar Atendimentos dos Fornecedores Comgás, Samsung, Via Varejo e Vivo cadastrados a partir de 03.05.2021, clique aqui
– Para acompanhar Atendimentos cadastrados até 03.07.2021, clique aqui.
– Para acompanhar Atendimentos cadastrados a partir de 04.07.2021, clique aqui