notícias & releases

<?php the_title( '

', '

' ); ?>

Procon-SP registra 1.184 atendimentos e abre 331 ações fiscalizatórias

Publicado em

O Procon-SP, órgão vinculado à Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania do Governo do Estado de São Paulo, organizou um plantão especial de atendimento a consumidores durante a Black Friday, através do telefone 151, site e redes sociais. Entre 19h de quinta-feira, dia 26, até a meia-noite do dia 27, foram registrados 1.184 atendimentos, destes 331 resultaram em abertura de ações fiscalizatórias.

Os principais problemas relatados foram: maquiagem de desconto (28,3%), produto / serviço indisponível (26%), mudança de preço ao finalizar a compra (16,4%) e site intermitente (5,1%). A empresa mais reclamada foi a B2W (Americanas.com, Submarino e Shoptime) seguida pelo Grupo Pão de Açúcar.

Durante o plantão, o Procon-SP visitou 143 lojas físicas na capital e interior e autuou 44 estabelecimentos, ou seja, 30% das empresas. O maior problema foi a falta de preços em produtos, seguido por produtos com problemas na informação (falta de rótulo, validade ou rótulo/etiqueta em língua portuguesa). Veja aqui a lista de empresas autuadas.

O plantão de 2014 registrou 1.356 atendimentos, as empresas mais reclamadas foram a B2W (Americanas, Submarino e Shoptime) e Saraiva e os principais problemas relatados foram produto ou serviço anunciado indisponível, sites intermitentes (falha na página) e mudança de preço na finalização da compra.

Balanço 2015

Total de atendimentos : 1.184

  • Site / 151: 622
  • Redes sociais: 562

Principais problemas:

  • Maquiagem de desconto: 28.3 %
  • Produto / serviço indisponível: 26.0 %
  • Mudança de preço ao finalizar a compra: 16.4 %
  • Site intermitente / congestionado: 5.1 %

Fundação Procon-SP
Assessoria de Comunicação