notícias & releases

Cesta básica tem alta de 1,42%

Carne de primeira foi o item que mais colaborou para a alta

Publicado em 11 de outubro de 2017
O valor da cesta básica no município de São Paulo registrou alta de 1,42%, no período de 5 a 11 de outubro, revela pesquisa diária da Fundação Procon-SP, órgão vinculado à Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania do Estado de São Paulo, em convênio com o Dieese. O preço médio, que no dia 4 de outubro era R$ 644,87 passou para R$ 653,57 no dia 11 de outubro.
 
Veja aqui a pesquisa completa.
 
Por grupo, foram constatadas as seguintes variações:

Alimentação = 1,52%
Limpeza =     0,26%
Higiene Pessoal = 1,20%
 
A variação no mês de outubro/2017 ficou em 1,91% (base 29/9/17).
 
No período de 5/10/17 a 11/10/17, os produtos que mais subiram foram:
 
Batata (kg)
40,00%
Carne de primeira (kg)
8,49%
Cebola (kg)
5,68%
Extrato de tomate (340/350g)
4,91%
Papel higiênico fino branco (com 4 unidades)
4,45%
 
As maiores quedas foram:
 
Água sanitária (litro)
-6,83%
Ovos brancos (dúzia)
-3,73%
Queijo muçarela fatiado (kg)
-3,01%
Carne de segunda sem osso (kg)
-2,80%
Amaciante (2 litros)
-2,58%
 
Dos 39 produtos pesquisados, na variação semanal, 18 tiveram alta de preço, 20 apresentaram queda e um permaneceu estável. Os produtos que mais contribuíram para a alta no período, em pontos percentuais, foram nesta ordem:
 
Carne de primeira (kg)
1,14
Batata (kg)
0,53
Papel higiênico fino branco (com 4 unidades)
0,10
Sabão em pó (kg)
0,08
Extrato de tomate (340/350g)
0,08
 
Fundação Procon-SP
Assessoria de Comunicação

Atenção Consumidor

Novos Atendimentos:
– Para cadastrar novas Consultas ou Reclamações, clique aqui.

Acompanhar Atendimentos:
– Para acompanhar Atendimentos dos Fornecedores Comgás, Samsung, Via Varejo e Vivo cadastrados a partir de 03.05.2021, clique aqui
– Para acompanhar Atendimentos cadastrados até 03.07.2021, clique aqui.
– Para acompanhar Atendimentos cadastrados a partir de 04.07.2021, clique aqui