notícias & releases

Cesta básica do paulistano

Em março deste ano, dos 39 produtos pesquisados, 25 aumentaram de preço

Publicado em 13 de abril de 2021

Levantamento mensal feito pelo Núcleo de Inteligência e Pesquisas do Procon-SP em convênio com o Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese) revela queda de 0,10% no valor da cesta básica do paulistano. O preço médio que em 26 de fevereiro era R$ 1.014,63, passou para R$ 1.013,66 em 31 de março.

 

A pesquisa realizada regularmente pelo Procon-SP e Dieese aponta ainda que no acumulado dos últimos 12 meses o aumento chega a 27%, em março de 2020 o preço médio da cesta básica era de R$798,10.

 

Em março deste ano, o grupo de Limpeza foi o que apresentou maior variação, 6,07%. Alimentação registrou queda de 0,41% e Higiene Pessoal, queda de 0,20%. A variação no ano foi de 0,57% (base: dezembro/2020).

 

No mês de março, os produtos que mais subiram foram:

Sabão em pó (kg) 10,73%

Biscoito maizena (pacote 200g) 9,32%

Água sanitária (litro) 6,93%

Ovos brancos (dúzia) 6,29%

Café em pó (500g) 6,17%

 

As maiores quedas foram:

Batata (kg) -16,81%

Papel higiênico fino branco (4 unidades) -5,59%

Cebola (kg) -4,94%

Queijo muçarela fatiado (kg) -4,41%

Arroz (5 kg) -2,96%

 

Dos 39 produtos pesquisados, na variação mensal, 25 apresentaram alta, 13 diminuíram de preço e 1 permaneceu estável.

 

Veja a pesquisa completa aqui. MARÃ⁄O 21.xls (procon.sp.gov.br)

 

Procon-SP

Assessoria de Comunicação

Atenção Consumidor

Novos Atendimentos:
– Para cadastrar novas Consultas ou Reclamações, clique aqui.

Acompanhar Atendimentos:
– Para acompanhar Atendimentos dos Fornecedores Comgás, Samsung, Via Varejo e Vivo cadastrados a partir de 03.05.2021, clique aqui
– Para acompanhar Atendimentos cadastrados até 03.07.2021, clique aqui.
– Para acompanhar Atendimentos cadastrados a partir de 04.07.2021, clique aqui