Seu navegador não suporta scripts. Por favor, acesse este site utilizando outro navegador de sua preferência.

Portal do Governo do Estado de São Paulo

Fundação PROCON SP

Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor

Enviar por email Imprimir notícia


Pesquisa de Material Escolar

16/1/2007

Levantamento do Procon-SP aponta diferença de preço de até 233,33%

A maior diferença de preço encontrada foi para a caneta hidrográfica, conjunto com 12 cores (comum/fina).  Outros 14 itens pesquisados tiveram diferença de preços de 100% ou mais.
 
A Fundação Procon-SP, órgão vinculado à Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania do Estado de São Paulo, realizou entre os dias 2 e 5 de janeiro, pesquisa de preços de material escolar. O levantamento envolveu 10 estabelecimentos comercias, distribuídos pelas cinco regiões de São Paulo. Foram pesquisados 185 itens, mas em função do desabastecimento, 120 estão sendo divulgados.
 
As duas maiores diferenças de preço encontradas foram:
 
1ª Diferença: 233,33%
Produto: caneta hidrográfica – conjunto c/ 12 cores (comum/fina)- Colorcis – Cis
Maior preço: R$ 5,50 ("Agipel" – Oeste)
Menor preço: R$ 1,65 ("Magno's – Norte)
Diferença valor absoluto: R$ 3,85
 
2ª Diferença: 172,41%
Produto: caderno universitário - capa dura - espiral/96 fls./01matéria-Linha Jump- ref.4311 Maior preço: R$ 7,90 ("Pontocom" – Oeste)
Menor preço: R$ 2,90 ("Magno's" – Norte)
Diferença valor absoluto: R$ 5,00
 
As duas menores diferenças de preço encontradas foram:
 
1ª Diferença: 6,74%
Produto: caneta hidrográfica – conjunto c/ 12 cores (comum/fina)- Faber Prestocolor – ref 15.0112
Maior preço: R$ 9,50 ("Artesco" – Sul)
Menor preço: R$ 8,90 ("Japuiba  – Norte e Estrela Magazine - Leste)
Diferença valor absoluto: R$ 0,60
 
2ª Diferença: 11,36%
Produto: papel sulfite branco A4, cento
Maior preço: R$ 2,45 ("Magno's - Norte)
Menor preço: R$ 2,20 ("Estrela Magazine – Leste)
Diferença valor absoluto: R$ 0,25

Do total dos itens comparados, os estabelecimentos Japuíba e Magno's (Região Norte) foram os que apresentaram a maior quantidade de produtos com menor preço (30 produtos em cada loja).
 
Número de itens, por estabelecimento, com preços menores ou iguais aos preços médios obtidos dentre os 120 comparados:
 
Norte
Bazar e Papelaria Japuíba –  55 itens de 60 comparados (91,67%)
Magno's – 78 itens de 102 comparados (76,47%)

Sul
Artesco – 26 itens de 95 comparados (27,37%)
Momotaro – 29 itens de 67 comparados (43,28%)

Leste
Estrela Magazine – 68 itens de 88 comparados (77,27%)
Ibituruna – 54 itens de 75 comparados (72,00%)

Oeste
Agipel – 29 itens de 72 comparados (40,28%)
Pontocom – 10 itens de 46 comparados (21,74%)

Centro
Metropolitana – 7 itens de 37 comparados (18,92%)
Paper Book – 2 itens de 12 comparados (16,67%)
 
Percentual de abastecimento de produtos, por região, em relação ao total de 120 itens divulgados:
 
Norte
Bazar e Papelaria Japuíba – 60 itens (50,00%)
Magno's  – 102 itens (85,00%)

Sul
Artesco – 95 itens (79,17%)
Momotaro – 67 itens (55,83%)

Leste
Estrela Magazine – 88 itens (73,33%)
Ibituruna – 75 itens (62,50%)

Oeste
Agipel – 72 itens (60,00%)
Pontocom – 46 itens (38,33%)

Centro
Metropolitana – 37 itens (30,83%)
Paper Book – 12 itens (10,00%)
 
Na comparação de preços, entre menor e maior valor, constatou-se ainda que, entre os 120 itens:
 
a) 74 itens tiveram diferença de preço abaixo de 50%; ( 61,67%  do total)
b) 31 itens tiveram diferença de preço entre 50 e 100%; ( 25,83% do total)
c) 15 itens tiveram diferença de preço de 100% ou mais (12,50% do total )
 
Os técnicos do Procon-SP esclarecem que esta pesquisa tem como principal objetivo retratar o comportamento dos preços no mercado de material escolar, evidenciando a necessidade de pesquisa antes da compra. Por meio destes dados, os consumidores terão parâmetros para comparação de preços, seja qual for o local de compra escolhido.
 
A pesquisa revela que os produtos podem ter variações consideráveis de preço de um estabelecimento para outro. Assim, para garantir o orçamento doméstico no início do ano, já bastante comprometido com as compras do final do ano passado e de impostos e taxas para o ano vigente, racionalizar a compra de material escolar é fundamental. Por isso, cabe ao consumidor buscar também o aproveitamento de materiais utilizados no ano anterior, que estejam em boas condições de uso.
 
Outra dica importante é promover e participar da troca de livros didáticos entre alunos que cursam séries diferentes. A compra em conjunto, também permite a negociação de bons descontos. Na busca pelo menor preço é importante que o consumidor não se esqueça de atentar pela qualidade e procedências dos produtos, evitando ter de efetuar novamente compras de materiais que deveriam durar ao menos até o final do ano letivo.
 
Pesquisa completa com preços e endereços
 
16/01/07
Assessoria de Imprensa/Procon-SP
Secretaria da Justiça e Defesa da Cidadania


 
Para orientações e denúncias ligue para 151. O horário de funcionamento é de segunda à sexta das 8h às 17h.
Fundação Procon - SP - Todos os direitos reservados