Seu navegador não suporta scripts. Por favor, acesse este site utilizando outro navegador de sua preferência.

Portal do Governo do Estado de São Paulo

Fundação PROCON SP

Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor

Enviar por email Imprimir notícia


Workshop - crédito à 3ª Idade

28/11/2006

Superindividamento do consumidor idoso foi tema de evento na Unip

A Fundação Procon-SP, órgão vinculado à Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania, a Ordem dos Advogados do Brasil - Secção Jabaquara/Saúde e a UNIP – Universidade Paulista promoveram, nessa segunda-feira (27/11), o workshop Função Social do Crédito Consciente para a Terceira Idade – Os Efeitos Psicológicos e do Marketing Agressivo no Superendividamento do Consumidor Idoso.
 
Na abertura do evento, Marli Aparecida Sampaio, diretora executiva da Fundação Procon-SP, falou sobre os problemas relativos ao crédito consignado para aposentados e pensionistas registrados no órgão, sobre a falta de definição de qual é a função social desta forma de crédito e sobre a criação de um projeto piloto junto com estudantes da psicologia da UNIP. A diretora do Instituto de Ciências Humanas e coordenadora geral dos cursos de Psicologia da UNIP, Ghislaine Gliosce da Silva, vem desempenhando trabalhos intensos no desenvolvimento desse projeto.
 
Este projeto, que conta ainda com o apoio do Núcleo de Estudos Interdisciplinares sobre o Envelhecimento da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, tem como objetivo identificar os efeitos psicológicos do marketing agressivo do crédito consignado nos consumidores aposentados e pensionistas.
 
Durante o seminário o deputado federal, Walter Feldman, apresentou o projeto de lei 7556/2006 que dispõe sobre o crédito consignado a aposentados e pensionistas do INSS e acrescenta artigos na Lei 10.820/03. O deputado ressaltou que o projeto de Lei foi baseado nas reclamações registradas no Procon-SP: contratação de crédito sem autorização; contratação por telefone; má prestação de serviço; cobrança de valor superior ao contratado; descumprimento e contrato e não fornecimento de contrato.  
 
O coordenador do Núcleo de Estudos Interdisciplinares sobre o Envelhecimento da UFRGS e presidente da Associação Nacional de Gerontologia, Johannes Doll, destacou a relevância de tratar a questão do crédito consignado de forma interdisciplinar e apresentou os efeitos psicológicos do marketing agressivo no superendividamento do consumidor idoso.
Ao final do evento, o tema foi aberto para debate com a participação de Vânia Maria Ruffini Penteado Balera, coordenadora do Centro de Apoio Civil e procuradora de Justiça do Ministério Público de São Paulo e Débora Pieere, coordenadora de Centro de Apoio ao Consumidor, do Ministério Público de São Paulo.
 
Estavam presentes também na abertura do seminário a secretária estadual de Justiça e Defesa da Cidadania, Eunice Prudente, a vice-reitora do Programa de Pesquisa e Pós-graduação da UNIP, Silvia Ancona-Lopez, o representante do vice-reitor de Relações Institucionais da UNIP, Hermínio Alberto Marques Porto Junior e como presidente dos trabalhos, o deputado federal, Arnaldo Faria de Sá

28/11/06
Assessoria de Imprensa / Procon-SP
Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania


 
Para orientações e denúncias ligue para 151. O horário de funcionamento é de segunda à sexta das 8h às 17h.
Fundação Procon - SP - Todos os direitos reservados