Seu navegador não suporta scripts. Por favor, acesse este site utilizando outro navegador de sua preferência.

Portal do Governo do Estado de São Paulo

Fundação PROCON SP

Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor

Enviar por email Imprimir notícia


Orientando o fornecedor

17/8/2012

Na próxima semana a   Fundação Procon-SP da sequência ao trabalho de orientação aos varejistas do interior paulista sobre afixação de preços e fiscalização, além de determinações do Código de Defesa do Consumidor.

A partir de segunda-feira (20/8), especialistas em defesa do consumidor dos Núcleos Regionais do Procon-SP em Bauru, Campinas, Presidente Prudente, Santos, São José dos Campos e Sorocaba visitam estabelecimentos comerciais em 12 municípios do interior (veja abaixo as datas e as cidades) . Nos locais será distribuído aos comerciantes material educativo, em especial, a cartilha sobre afixação de preços, elaborada em parceria com a Fecomércio SP.

O diretor executivo da Fundação Procon-SP, Paulo Arthur Góes, explica que a ação educativa iniciada em maio deste ano tem sido bem aceita pelos comerciantes. “ Muitos deles, principalmente os proprietários de pequenos estabelecimentos, informam que até então não tinham conhecimento da legislação e agradecem por poderem corrigir a falha responsável até por autuações .

Desde o início da operação, em maio deste ano, já foram visitados e orientados 2.051 estabelecimentos comercias em 48 municípios.

A cartilha sobre afixação de preços ( veja aqui ) foi preparada a partir de dúvidas dos próprios comerciantes e conta com explicações, como a forma em que a informação do preço deve estar exposta no estabelecimento, como afixar os preços por código de barras, cuidados durante a montagem, rearranjo ou limpeza da vitrine e da loja e condutas proibidas, dentre outras.

Núcleo Regional
Cidades / Datas
Bauru
Lençóis Paulistas (20 e 21) e Itapuí (22 e 23)
Campinas
Araras (21 e 22) e Monte Mor (23 e 24)
Presidente Prudente
Paulicéia (20), Panorama (21 e 22) e Alvares Machado (23 e 24)
Santos
Miracatu (21 e 22) e Itariri (23)
São José Dos Campos
Caraguatatuba (20 e 21) e São Sebastião (22 e 23)
Sorocaba
Iperó (22 e 23)

O consumidor que tiver dúvidas ou quiser fazer uma reclamação, pode procurar o Procon de sua cidade ou um dos canais de atendimento da Fundação:

Orientações: 151 (Só para a capital)

Pessoalmente: de segunda à sexta-feira, das 7h às 19h. Sábados, das 7h às 13h, nos postos dos Poupatempo, sujeito a agendamento no local.

- Praça do Carmo, S/N, Centro. Telefone: 0800-772-3633.

Santo Amaro - Rua Amador Bueno, 176/258 - São Paulo - SP (próximo ao Largo Treze de Maio). Telefone: 0800-772-3633.

Itaquera - Av. do Contorno, S/N, Itaquera (ao lado do metrô). Telefone: 0800-772-3633.

Nos postos dos Centros de Integração da Cidadania (CIC) Norte, Leste, Oeste, São Luiz e Feitiço da Vila , de segunda à quinta-feira, das 9h às 15h. No CIC Imigrantes o atendimento é às segundas, das 9h às 15h.

Por fax: (11) 3824-0717.

Por cartas: Caixa Postal 1151, CEP 01031-970, São Paulo-SP.

Na Grande São Paulo e interior, o consumidor pode procurar o órgão municipal.

Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/proconsp
Dicas e orientações sobre defesa do consumidor no blog http://educaproconsp.blogspot.com.

17/8/2012

Fundação Procon-SP
Assessoria de Comunicação


 
Para orientações e denúncias ligue para 151. O horário de funcionamento é de segunda à sexta das 8h às 17h.
Fundação Procon - SP - Todos os direitos reservados