Seu navegador não suporta scripts. Por favor, acesse este site utilizando outro navegador de sua preferência.

Portal do Governo do Estado de São Paulo

Fundação PROCON SP

Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor

Enviar por email Imprimir notícia


Pesquisa Ceia de Natal - 2011

19/12/2011

Procon-SP revela que preço do chester varia 62% na capital

Procon-SP constata diferenças de preços de 62,71% no peito de chester desossado (bolinha, kg, da Perdigão). Com relação aos preços dos panetones, o panettone light de frutas (500g, da Village) apresentou diferença de 51,41%. Recomenda-se que o consumidor efetue cuidadosa pesquisa de preço, avaliando sempre a relação preço x qualidade.  
 
Peito chester desossado - Bolinha (kg) – Perdigão
Preço Médio: R$ 24,06
Maior preço: R$ 32,38 – Sonda (Oeste)
Menor preço: R$ 19,90 – Andorinha (Norte) / Dias Pastorinho (Sul)   
Diferença de R$ 12,48, que representa 62,71%
         
Panettone Light Frutas  500g – Village
Preço Médio: R$ 12,27
Maior preço: R$ 14,99 – Carrefour (Norte)
Menor preço: R$ 9,90 – Andorinha (Norte) 
Diferença de R$ 5,09, que representa 51,41%

Na comparação de produtos comuns entre as pesquisas realizadas em 2010 e 2011, constatou-se, em média, as seguintes variações: biscoitos de 5,76%, bolos de 4,03%, bombons (caixa) de 0,79%, carnes congeladas de 16,72%, cereais e farofas prontas de 2,79%, conservas de -3,55%, frutas em calda de 8,60%  e panetones/chocotones de  1,30%. O IPC-SP (Índice de Preços ao Consumidor de São Paulo) da FIPE, referente ao período de dezembro de 2010 a novembro de 2011, registrou uma variação de 5,73%.

Dentre todos os produtos pesquisados (biscoitos, bolos, caixa de bombons, carnes congeladas, cereais e farofas prontas, conservas, frutas em calda e panetones/chocotones), a maior diferença encontrada foi:

Bolo com gotas de chocolate – 300g - Nutrella
Preço Médio: R$ 3,93
Maior preço:  R$ 4,89 -  Extra (Leste) 
Menor preço: R$ 2,78 - Andorinha (Norte)
Diferença de R$ 2,11 que representa 75,9%

Bolo mesclado – 300g - Nutrella
Preço Médio: R$ 3,93
Maior preço:  R$ 4,89 -  Extra (Leste) 
Menor preço: R$ 2,78 - Andorinha (Norte)
Diferença de R$ 2,11 que representa 75,9%

Do total dos itens divulgados, o estabelecimento Andorinha (zona Norte) foi o que apresentou a maior quantidade de produtos com menor preço (68 itens de 112 encontrados).  Veja abaixo os número de itens verificados, por loja, com preços menores ou iguais aos preços médios obtidos por região.
 
Número de itens, por loja, com preços menores ou iguais aos preços médios obtidos:
 
Norte:  
Andorinha –
 107 itens de 112 encontrados (95,54%)
Carrefour – 23 itens de 79 encontrados (29,11%)
 
Sul:  
Dias Pastorinho – 69 itens de 93 encontrados (74,19%)
Pão de Açúcar – 59 itens de 81 encontrados (72,84%)
 
Leste: 
D’Avó –
 26 itens de 80 encontrados (32,5%) 
Extra – 54 itens de 80 encontrados (67,5%)
 
Oeste: 
Sonda –
 34 itens de 113 encontrados (30,09%)
Wall Mart – 30 itens de 87 encontrados (34,48%)
 
Centro: 
Hirota –
 18 itens de 52 encontrados (34,62%)
Futurama – 21 itens de 63 encontrados (33,33%)
 
Sobre a pesquisa
A pesquisa de produtos de ceia de natal, feita em 28 e 29 de novembro, envolveu 10 estabelecimentos comerciais distribuídos igualmente pelas cinco regiões do município de São Paulo. Grande parte dos supermercados está trabalhando com marcas próprias, o que inviabiliza a comparação de preço, já que a qualidade do produto pode variar.
 
Procon-SP aproveita para dar algumas dicas para o consumidor

- Efetuar cuidadosa pesquisa de preço, avaliando sempre a relação preço e qualidade, ficar atento às informações contidas nos rótulos, como peso, data de fabricação, prazo de validade e condições de conservação. No caso dos produtos importados, as informações do rótulo devem estar traduzidas para a língua portuguesa;
 
- Pesquisar os preços através de encartes dos supermercados distribuídos dentro de jornais e bancas próprias na entrada do estabelecimento, anúncios publicitários em meios de comunicação e das próprias gôndolas dos supermercados;
 
- Não se enganar com as embalagens menores, que nem sempre são mais baratas proporcionalmente. O que vale é a relação preço x quantidade. Veja mais dicas no blog do Procon-SP.
         
O consumidor que tiver dúvidas ou quiser fazer uma reclamação, pode procurar um dos canais de atendimento da fundação:
 
Orientações - 151 (Só para a capital)
Pessoalmente - de segunda à sexta-feira, das 7h às 19h. Sábados, das 7h às 13h, nos postos dos Poupatempo, sujeito a agendamento no local.
Sé - Praça do Carmo, S/N, Centro. Telefone: 0800-772-3633
Santo Amaro - Rua Amador Bueno, 176/258 - São Paulo - SP (próximo ao Largo Treze de Maio). Telefone: 0800-772-3633
Itaquera - Av. do Contorno, S/N, Itaquera (ao lado do metrô). Telefone: 0800-772-3633
Nos postos dos Centros de Integração da Cidadania (CIC) Norte, Leste, Oeste, São Luiz, Imigrantes e Feitiço da Vila, de segunda à quinta-feira, das 9h às 15h. Veja os endereços  aqui. 
Fax - (11) 3824-0717.
Cartas - Caixa Postal 3050, CEP 01031-970, São Paulo-SP.
 
Na Grande São Paulo e interior, o consumidor pode procurar o órgão municipal .
 
Curta nossa página no Facebook (www.facebook.com/proconsp), siga-nos no Twitter (www.twitter.com/@proconspoficial).
 
 
 
16/12/2011
Assessoria de Comunicação
Fundação Procon-SP


 
Para orientações e denúncias ligue para 151. O horário de funcionamento é de segunda à sexta das 8h às 17h.
Fundação Procon - SP - Todos os direitos reservados