Seu navegador não suporta scripts. Por favor, acesse este site utilizando outro navegador de sua preferência.

Portal do Governo do Estado de São Paulo

Fundação PROCON SP

Secretaria da Justiça e Defesa da Cidadania de São Paulo

Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor

Enviar por email Imprimir notícia


Compras pela Internet

3/5/2011

Procon-SP denuncia sites que não entregam produtos

A Fundação Procon-SP alerta para a prática de algumas empresas de e-commerce que vendem produtos e não entregam. A partir de reclamações de consumidores que adquiriram produtos pela internet, pagaram e não receberam a mercadoria, o órgão constatou que alguns fornecedores, além de não entregarem os produtos, também não são encontradas em seus endereços oficiais.
 
As notificações encaminhadas a essas empresas pelo Procon-SP para solução dos problemas têm retornado com informações dos Correios, tais como, "mudou-se" e "endereço inexistente".
 
O Procon-SP encaminhou denúncia ao Departamento de Polícia de Proteção à Cidadania (DPPC), com a relação dessas empresas, para que seja avaliada pelo órgão policial a adoção de medidas no seu âmbito de atuação.
 
Cabe destacar que entre os sites denunciados alguns permanecem ativos, oferecendo produtos.
 
Para visualizar o nome das empresas, com destaque para aquelas cujos sites permanecem no ar,clique aqui.

Dicas aos consumidores
 
A internet introduziu na rotina das pessoas a possibilidade de contratar serviços e fazer compras sem sair de casa. Usufruir dessas facilidades, porém, requer alguns cuidados para evitar fraudes, golpes, uso indevido dos dados pessoais, dentre outros problemas. Fique atento a algumas dicas importantes.
 
*antes de fechar a compra, faça pesquisa no site da Fundação Procon-SP, www.procon.sp.gov.br , para verificar se a empresa tem registro de reclamações.
*desconfie de preços abaixo da média do mercado;
*verifique no site registro.br os dados da empresa, tais como, razão social, endereço, CNPJ. Se o domínio for .com ou .net, cheque onde o site está hospedado através dos seguintes sites: whois.domaintools.com, who.is, whois.com; fique atento se o site estiver hospedado fora do Brasil;
*desconfie de sites que exigem depósito em conta corrente de pessoas físicas ou depósitos em caderneta de poupança;
*consulte as redes sociais para verificar se existem registros de reclamações;
*verifique o endereço físico da empresa, telefones, e-mails e quais os procedimentos para reclamação, devolução, garantias, etc;
*guarde todos os dados das compras: o nome do site, itens adquiridos, valores pagos, número do protocolo da compra ou pedido;
*exija sempre nota fiscal  da compra.

Clique aqui e veja outras dicas no informativo divulgado pelo Procon-SP. 
 
02/05/2011
 
Esclarecimentos da Fundação Procon-SP
 
Quanto ao site www.7livraria.com.br  (razão social: KUHN 7 MISSAIEDO LTDA ME) denunciado pelo Procon-SP nesta segunda-feira (dia 02 de maio), o órgão esclarece que excluiu o nome da lista em razão de contato feito pelo responsável pela empresa na mesma data informando que: o endereço para o qual o Procon tentou encaminhar a notificação estava desatualizado; e que a reclamação dos consumidores foram resolvidas.
O Procon-SP reitera que a denúncia do site foi feita na segunda-feira em razão de que:
*as reclamações recebidas contra a empresa demonstravam que não houve a entrega de produtos adquiridos há mais de dois meses;
*a notificação encaminhada pelo Procon-SP à empresa não foi recebida, sendo que o endereço para o qual o documento foi encaminhado é o que consta da Receita Federal e da Junta Comercial, portanto, o oficial.
A opção da Fundação Procon-SP em excluir o nome da empresa, no dia 03 de maio, deveu-se ao fato do fornecedor ter feito pronto contato comunicando o novo endereço da empresa.
 
03/5/11
Assessoria de imprensa
Procon-SP

Esclarecimentos da Fundação Procon-SP
 
Quanto ao site www.brasilbay.com.br (responsável pelo domínio Pedro Luiz Collyer ) denunciado pelo Procon-SP em 02 de maio, esclarecemos que o nome da empresa foi excluído da lista em razão de contato feito pelo responsável pelo site informando que: o endereço para o qual o Procon tentou encaminhar a notificação estava desatualizado e que a reclamação dos consumidores foram resolvidas.

O Procon-SP reitera que a denúncia do site foi feita em virtude de reclamações sobre não entrega de produtos.

A Fundação Procon-SP considerou o fato de a empresa ter comunicado seu endereço, fornecido canais de contato e solucionado as reclamações

SP 07.06.2011.
Assessoria de Imprensa
Procon-SP


 
Para orientações e denúncias ligue para 151. O horário de funcionamento é de segunda à sexta das 7h às 19h.
Fundação Procon - SP - Todos os direitos reservados