Seu navegador não suporta scripts. Por favor, acesse este site utilizando outro navegador de sua preferência.

Fundação PROCON SP


Secretaria da Justiça e Defesa da Cidadania de São Paulo

Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor

SÁBADO, 25 DE OUTUBRO DE 2014

Compartilhar:

 
 
  Enviar por email Imprimir notícia


Procon-SP fiscaliza bancos

1 de ABRIL de 2011

Onze agências serão autuadas por má prestação de serviço

Onze agências bancárias serão autuadas nesta sexta-feira pela Fundação Procon-SP. O motivo da sanção aplicada aos fornecedores é a má prestação do serviço relacionada à demora do atendimento aos consumidores.
 
As autuações serão aplicadas em agências dos seguintes bancos: Santander; Caixa Econômica Federal; Banco do Brasil e Bradesco.
 
Durante a fiscalização, o Procon-SP considerou diversos itens: quantidade de guichês disponíveis, caixas em funcionamento, quantidade de consumidores na fila, quantidade de terminais existentes e em operação no auto-atendimento e presença de orientadores no auto-atendimento. O monitoramento aconteceu tanto em dias de pagamento como nos outros dias normais. “É importante que o consumidor veja como está a situação quando aguarda em uma fila no banco: se há caixas em funcionamento e em bom número, se existem funcionários capazes de ajudá-lo a utilizar os caixas eletrônicos para questões simples e, principalmente, exigir que lhe seja entregue um comprovante desse tempo de espera, o que facilitará a denúncia aqui no Procon” afirma o diretor de fiscalização, Renan Ferraciolli.
 
A equipe de fiscalização monitorou um total de 39 agências bancárias, as quais tinham reclamação registrada por consumidores no atendimento do Procon-SP. A fiscalização, feita em diversas regiões da Capital, foi realizada no final de 2010.
 
Os fornecedores responderão a processo administrativo, assegurada ampla defesa, podendo ao final serem multados com base no artigo 57 da Lei 8.078/90 (Código de Defesa do Consumidor), sem prejuízo das demais sanções previstas no artigo 56 da referida Lei. As multas variam entre, aproximadamente, R$ 405,00 a R$ 6.087.800,00.
 
Caso o consumidor sinta-se lesado pela excessiva demora no atendimento realizado nas agências bancárias poderá denunciar ao Procon nos seguintes canais de atendimento:
 
Pessoal - das 7h00 às 19h00, de segunda à sexta-feira, e sábado, das 7h00 às 13h00, que ficam nos postos dos Poupatempo Sé, Santo Amaro e Itaquera. Nos postos dos Centros de Integração da Cidadania (CIC), de segunda à quinta-feira, das 09h00 às 15h00.
Telefone – Orientações através do número 151.
Fax - (11) 3824-0717.
Cartas -  Caixa Postal 3050, CEP 01031-970, São Paulo-SP.
 
O consumidor também pode procurar o órgão de defesa do consumidor de seu município.
 
01/04/2011
Assessoria de imprensa
Procon-SP


 

Fundação PROCON SP - Todos os direitos reservados