Seu navegador não suporta scripts. Por favor, acesse este site utilizando outro navegador de sua preferência.

Portal do Governo do Estado de São Paulo

Fundação PROCON SP

Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor

Enviar por email Imprimir notícia


Problemas com entrega

3/3/2011

Procon-SP divulga ranking das empresas que mais lesam o consumidor

Nos meses de novembro e dezembro de 2010 e janeiro de 2011, o Procon-SP registrou 4.838 queixas de consumidores que tiveram problemas com entrega de produtos e serviços. As empresas mais reclamadas  foram: B2W (Americanas.com / Submarino / Shoptime), Comprafacil, Telefônica, Pontofrio.com, Walmart, Magazine Luiza, Lojas Ponto Frio, Tim, Casas Bahia e Fatordigital / Planetaofertas. Veja o ranking no anexo 1.
 
Juntas essas empresas somam 2.405 queixas. Os demais fornecedores somam 2.433. Houve um aumento de, aproximadamente, 79% no número de atendimentos desse tipo em relação ao mesmo período do ano passado e retrasado, quando a quantidade de queixas foi de 2.690.
 
O objetivo da divulgação é dar ao consumidor melhores condições para exercer seu direto à escolha na hora de contratar produtos e serviços pela internet, mostrando a ele quais são as empresas desse segmento que mais descumprem os contratos. “Não há pior castigo para uma empresa do que ser deixada de lado pelo consumidor.”, declara o diretor-executivo do Procon-SP, Paulo Arthur Góes.
 
As queixas apontadas referem-se às cartas de informações preliminares (CIPs) emitidas aos fornecedores reclamados. As CIPs são encaminhadas logo após o primeiro contato do consumidor com o atendimento do Procon e questionam o procedimento da empresa. Os problemas registrados na instituição foram relativos a não entrega ou demora na entrega do produto, produto entregue diferente do pedido e não fornecimento do serviço.
 
Desde 2009, Fundação Procon-SP autuou 340 empresas e aplicou R$ 32 milhões em multas por violação à Lei da Entrega.  O Cadastro de Reclamações Fundamentadas, que será divulgado em meados de março pelo Procon-SP, traz o levantamento no último ano do total de consumidores lesados pela má prestação dos serviços de entrega dos produtos.  

Canal de Atendimento eletrônico exclusivo para e-commerce e problemas na entrega
Desde outubro de 2010, o Procon-SP abriu em seu site um canal eletrônico de atendimento, exclusivo para os consumidores que tiveram problemas com e-commerce. O consumidor do estado de São Paulo que enfrenta problemas com compras feitas via internet pode efetuar reclamação pelo site da Fundação Procon-SP.
 
Dos  4.838 casos registrados no período mencionado, 1.577 entraram pelo canal eletrônico de atendimento, ou seja, mais de 32% do total. As empresas de e-commerce mais reclamadas foram: Americanas.com / Submarino / Shoptime, Comprafacil, Pontofrio.com, Walmart, Brands Club, Centauro, Fatordigital / Planetaofertas, Ricardo Eletro, Tim, Saraiva / Siciliano. Veja o ranking no anexo 2.
 
Onde Reclamar
O consumidor que tiver problemas com entrega de produtos ou serviços deve procurar a Fundação Procon-SP ou o órgão de defesa do consumidor de sua cidade. Os postos de atendimento pessoal da Fundação Procon-SP na capital localizam-se dentro do Poupatempo Sé (Pça. Do Carmo, s/n), Poupatempo Santo Amaro (Rua Amador Bueno, 176/258) e Poupatempo Itaquera (Av. do Contorno, 60 – ao lado da Estação Itaquera do Metrô). Nos postos dos Centros de Integração da Cidadania (CIC), de segunda à quinta-feira, das 09h00 às 15h00. A comunicação por cartas deve ser encaminhada à Caixa Postal 3050, CEP 01061-970 e por fax ao telefone (11) 3824-0717. O telefone para informações é 151. O novo canal, exclusivo para quem contratou via web, está disponível no site www.procon.sp.gov.br/atendimento.asp.
 
Anexo 1 (Ranking)
 
Anexo 2 (Atendimento Eletrônico)
 
03/03/2011
Assessoria de imprensa
Procon-SP


 
Para orientações e denúncias ligue para 151. O horário de funcionamento é de segunda à sexta das 8h às 17h.
Fundação Procon - SP - Todos os direitos reservados