Seu navegador não suporta scripts. Por favor, acesse este site utilizando outro navegador de sua preferência.

Portal do Governo do Estado de São Paulo

Fundação PROCON SP

Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor

Enviar por email Imprimir notícia


Relações de Consumo

11/11/2009

V Fórum Anual do Observatório Social das Relações de Consumo aborda resgate da humanização

 
No último dia 6 de novembro, a Fundação Procon-SP realizou o V Fórum Anual do Observatório das Relações de Consumo/Pronasci. Estudantes, professores universitários, representantes de Procons Municipais, entidades da sociedade civil e público em geral lotaram o Auditório da Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania, em São Paulo. O evento foi aberto pelo Diretor Executivo da Fundação Procon-SP, Dr. Roberto Castellanos Pfeiffer e teve como tema “Consumo como fator gerador de violência”.

O primeiro painel intitulou-se “Vidas à venda: Uma reavaliação crítica da cultura do consumo”. Os palestrantes, Dr. Eduardo Bittar, Celso Kashiura Jr., Mariana Fischer e Tarso de Melo, criticaram a consciência consumista em que a preocupação estética – o parecer – leva a um consumo desenfreado e confunde o ser com o ter.
 
O segundo painel, “Desafios da inclusão do jovem na sociedade de consumo”, apresentado pelas pesquisadoras da Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo, Dra. Maria Cecília Cortez de Sousa e Paula Nascimento da Silva, dissertou sobre os hábitos de consumo de jovens carentes.
 
Dando continuidade ao assunto, a psicóloga e diretora do CEDECA de Interlagos, Fernanda Lavarello, apresentou o painel “O Direito da Criança e do Adolescente em uma Sociedade de Consumo”, comentando a sociedade de consumo à luz do Estatuto da Criança e do Adolescente e do Código do Direito do Consumidor.
O Fórum foi encerrado com as apresentações de esquetes pelos alunos das Faculdades Salesiana Auxilium de Araçatuba e Diadema, representando situações de defesa do Consumidor e da Associação Ato Cidadão, com o resultado do trabalho de inclusão que vem realizando com jovens da Barra Funda através de aulas de rap e musicalização.
O evento contou ainda com a presença dos seguintes parceiros: Assessoria da Defesa da Cidadania da Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania, IPEM-SP e do Ministério Público do Estado de São Paulo.


 
Para orientações e denúncias ligue para 151. O horário de funcionamento é de segunda à sexta das 8h às 17h.
Fundação Procon - SP - Todos os direitos reservados